04/05/2017

Eu amei GirlBoss mas odiei a Sophia

| | 14 comentários
Bom dia. Você já sabe que eu amo séries, Ok?! E a dica de hoje é sobre uma série que também serve de gatilho pra muita gente que sonha ser um micro empreendedor.




GIRLBOSS
Girlboss é uma série original da Netflix inspirada em um livro homônimo que conta a história da jovem de 23 anos que mora em São Francisco, Sophia Amoruso, e sua ascensão no mundo da moda com a loja de marca de roupas vintage virtual Nasty Gal, criada por ela sozinha e do zero, inicialmente na plataforma eBay. 

Nessa série temos a geração Y, aqueles que nasceram na década de 80, que sonha em ser seu próprio padrão e que usa o e-commerce e a internet ao seu favor.

Na história, Sophia sai garimpando peças em brechós pra depois revende-las por um preço bem maior.

Eu odiei a Sophia desde a primeira cena, até o fim da temporada. Ela tem o tipico perfil de pessoas que acham que o mundo gira ao seu redor, que a opinião dos outros não importa.
Mas, mesmo assim ficam algumas lições que ela me ensinou:

*Aprendemos com Sophia que os sonhos podem sim ser alcançados, mas não sem muito trabalho e por muitas vezes fracassos.

*Aprendemos com Sophia que sozinho chegamos mais rápido, mas acompanhados chegamos mais longe.

Além de muito aprendizado,a série também tem muita comédia, mostrando situações comuns e inconvenientes do dia à dia.

Agora, um dos motivos pelos quais eu amei a série foram as amizades de Sophia:

A amiga Annie
Annie é divertida, leal, companheira, mas em alguns momentos se irrita com Sophia, dando broncas e em um momento mais tenso, até  rompe sua amizade com ela.



O amigo (vizinho)
Ele era pra ser apenas mais um vizinho, mas acaba ajudando a Sophia sempre que preciso e ainda ensina como não contrair HPV.                           

O amigo Nathan
Estudante de arte, Nathan conhece Sophia por acaso, mas a amizade entre eles surge automaticamente.

Enfim, se você ainda não viu, #ficadica. Dizem que o livro é bem melhor (aliás, os livros sempre são melhores) mas eu ainda não li.

Agora, me conta o que você achou da série ou livro!
Beijocas e até a próxima!


13 PORQUÊS - 13 REASONS WHY


02/05/2017

O Veludo voltou!

| | 16 comentários
Bom dia!
Ele voltou com tudo nas últimas temporadas e apareceu em quase todas as passarelas internacionais. A blogsfera bombou com a sua volta  e claro, euzinha não poderia deixar um tema como esse de fora.
Mas como minha área não é moda, vou falar sobre o veludo na decoração.

Vem comigo?

Quando falamos em Veludo, logo pensamos em luxo, extravagância e inverno. Mas, o que vimos nos últimos meses, é que o veludo veio pra se adaptar à qualquer estação climática e também pra entrar na decoração de interiores.


O veludo é um dos tecidos mais antigos do mundo, comercializado desde o século 14, nasceu na Índia, onde era feito em teares manuais a partir da fibra da seda. Depois de um tempo, passou a ser produzido também na Itália, onde as fábricas de Veneza, Florença, Gênova e Milão ganharam fama mundial. 

A origem do nome vem do latim “vellus”, que significa “pelo” ou “pelo em tufos”. 

O veludo vestia toda nobreza europeia.
Contam que ainda no século 15, o rei inglês Henry IV proibiu pessoas que não fossem nobres de usar o veludo.


Assim o veludo manteve, através dos séculos, uma imagem de riqueza e sofisticação. 



No século 20, o veludo se popularizou, sendo usado pra confeccionar trajes de festas que eram glamourosos e extravagantes.

Eu não sabia, mas há diversos tipos de veludo: 
Liso, cristal, molhado, devorê e cotelê.

Separei algumas ideias de decoração de interiores com esse tecido, dá uma olhada e me conta qual seu favorito:

Almofadas: pra quem quer ir com calma, as almofadas são uma boa ideia.

Poltronas: Além de confortáveis, elas trarão um toque hipster ao seu quarto.

Cadeiras na sala de jantar: brincar com as cores é bem interessante nesse ambiente.





Sofás: Nesse móvel é preciso tomar cuidado, pois o veludo pode ser um tecido muito quente e incomodo se você morar em uma região muito quente.

Quarto: aqui o veludo pode aparecer nas almofadas, mantas ou cabeceiras.

E pra fechar, achei legal essa cortina, também de veludo:

Em todas as escolhas o luxo e requinte ficam evidentes. O veludo sem dúvida traz sofisticação ao ambiente.
Agora, me conta qual das opções você mais gostou!




© Template por Design 4Bloggers - Todos os direitos reservados. imagem-logo